O dia que mudou a minha vida

Não interessa o quanto tu ganhas nem se tens uma boa posição social, pouco importa o tipo de carro ou de casa que tens, se tu não souberes manter-te saudável, vais sempre sentir-te insatisfeita. Mais tarde ou mais cedo não vais conseguir desfrutar de tudo O QUE POSSAS TER CONQUISTADO.


Talvez ainda não tenhas tido a oportunidade de me conhecer. Para quem ainda não sabe, tive uma vida recheada de tudo o que possas imaginar, tudo de bom e mau, mas esqueci o mais importante a minha saúde.


Quando percebi estava numa cama de hospital para ser operada. Como fui tão irresponsável com o meu corpo desta forma? E agora tudo o que construí quem vai desfrutar de tudo o que conquistei, tanto sacrifício para quê? Ainda tenho tanto para viver!

Estas eram as únicas perguntas que me vinham à cabeça. Errado. A pergunta deveria ser. O que fiz de correto até aqui para repetir e o que não quero mais viver, a partir de hoje.


Na verdade, ainda não tinha vivido nada. Tinha 24 anos e muitas crenças que limitavam a minha visão, ouvi muitas vezes: a vida não é fácil, aconteça o que acontecer vais ter que me desenrascar sozinha, assumindo as tuas escolhas.


Sabem o que isto provocou em mim? Sabem o que senti? Muito medo.


Trabalhei que nem uma louca estudei ao mesmo tempo construir casa para que? E o tempo que demorei para escolher umas cortinas! Eram apenas umas cortinas, finalmente percebi o que era realmente importante, quando me vi no hospital.


Percebi que andei anos no modo fazer e ter, ao invés de VIVER e SER, cuidar de mim do meu corpo e da minha mente.


Num abrir e fechar de olhos tudo o que tinha passou a valer zero.

Quando o meu corpo deixou de me acompanhar, percebi que estava a dar demasiada importância ao ter e teria que passar a ser:


Mais gratidão e mais pensamentos saudáveis

Mais tempo de qualidade em família

Mais alimentos saudáveis e mais horas dormidas

Mais autocuidado e mais amor próprio

Mais emoções positivas e menos medo

O quanto te amas está diretamente interligado com a forma como te alimentas.


Queres ser saudável, perder peso e emagrecer? Vais ter que começar por te AMAR, emagrecer é muito mais que perder peso é um SINAL DE AMOR.


Se não temos a inteligência de cuidar da nossa saúde, vamos acabar por não conseguir desfrutar dos teus bens materiais, da tua carreira, da tua família e amigos. Sim é importante ter conforto e realizar os teus sonhos, mas com saúde. E aqui começa a aprendizagem do saber priorizar o que realmente é importante para nós.


Vejo tanta gente que corre atrás de ser reconhecido profissionalmente, de ter um carro de luxo. Nunca ouvi ninguém dizer que ser magra e saudável é um luxo. Sabes o que ouvi, mulheres com doenças incuráveis dizer se fosse hoje faria tudo diferente, daria tudo o que tenho para ter saúde e cuidar do meu corpo como ele merece. E isto dói, muito mesmo.


Ouvi isto centenas de vezes em consultório. E senti muitas vezes a impotência de já ser tarde e não conseguir fazer nada.Quando o segredo passa pelo auto cuidado e uma aprendizagem que deve vir da família, desde a tenra idade.

Há e não, o dinheiro não comprar a tua saúde. Infelizmente algumas pessoas já vão tarde demais muitas vezes.

Se decidirem hoje mudar de hábitos, e cuidar de vocês com amor

Vão poder desfrutar de tudo o que tem futuramente! Mesmo que para isso tenham que abdicar de um par de calças ou de um par de sapatos novos. Não importa são apenas coisas e tenho a certeza que não vão fazer-te falta.


Tão importante quanto viveres até aos 100 anos é chegares lá com saúde para poderes desfrutar do corpo maravilhoso que vais ter, ágil e desenferrujado! E sim magro, por muito que digam que é moda, desculpem, não é moda na minha opinião é saúde. E ainda assim existem pessoas magras com colesterol ou diabetes.


· Vais poder brincar com os teus netos e bisnetos sem te queixares de uma dor aqui outra ali.

· E vais poder viajar e desfrutar da tua reforma a 110% como se fosses uma jovem de 20 anos.


O que me dizes? Vai ser fantástico? De que estás a espera para começar agora?

Eu sei o que é estar gorda, ter uma doença grave. Ver a minha vida desfilar entre os dedos, sem saber muito bem se ainda ia a tempo de contar a minha história. Hoje estou aqui, mas poderia não estar. E tu não tens que passar por tudo o que passei.


Obrigada mais uma vez por estares desse lado, sem ti nada disto seria possível. Mas promete-me vais cuidar melhor do teu corpo? Diz-me aqui embaixo nos comentários o que vais fazer ainda hoje?


Cuida de ti com amor e sê feliz!

Angelica


Instagram

@angelicamendes.mei

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© angelicamendes.com 2020 

DYSIGNED BY  JL & COMPANY